domingo, 17 de julho de 2011

WABI SABI A ARTE DA IMPERFEIÇÃO

Perceber a beleza que se esconde nas frestas do mundo imperfeito é uma Arte. Você conhece aquela história de que os tapetes persas sempre tem um pequeno erro, um minúsculo defeito, apenas para lembrar a quem olha de que só Deus é perfeito? Pois é, a Arte da Imperfeição começa quando a gente reconhece e aceita nossa tola condição humana. clique no seu tempo.

Precisamos aprender a aceitar nossas falhas com a mesma graça e humildade com que aceitamos nossas qualidades, a perdoar a nós mesmos. O desejo de acertar sempre impede a evolução e a necessidade de estar no controle aumenta a desordem e o caos. Wabi sabi é a expressão que os japoneses inventaram para definir a beleza que mora nas coisas imperfeitas e incompletas. O termo é quase que intraduzível: wabi sabi é um jeito de "ver" as coisas através de uma ótica de simplicidade,naturalidade e aceitação da realidade.

Contam que o conceito surgiu no século 15. Um jovem, Rikyu, queria aprender os complicados rituais da Cerimônia do Chá e procurou o grande mestre Takeno Joo. Para testar o rapaz, o mestre mandou que ele varresse o jardim. Rikyu limpou o jardim até que não restasse nem uma folhinha fora do lugar. Ao terminar, examinou cuidadosamente o jardim impecável, cada centímetro de areia imaculadamente varrido, cada pedra no lugar, todas as plantas ajeitadas. E então, antes de apresentar o resultado ao mestre, Rikyu chacoalhou o tronco de uma cerejeira e fez caírem algumas flores que se espalharam displicentes pelo chão.

Os mestres japoneses, com a cultura inspirada nos ensinamentos do taoísmo e do zen budismo perceberam que a ação humana sobre o mundo deve ser tão delicada que não impeça a verdadeira natureza das coisas de se revelar. E a natureza das coisas é percorrer seu ciclo de nascimento, deslumbramento e morte; efêmeras e frágeis. Mestre Joo, impressionado, admitiu o jovem no seu mosteiro. Rikyu tornou-se um grande Mestre do Chá e desde então é reverenciado como aquele que entendeu a essência do conceito de wabi-sabi: a arte da imperfeição .

Eles perceberam a beleza e elegância que existe em tudo que é tocado pelo carinho do tempo. Uma velha tigela de chá, musgo cobrindo as pedras do caminho, a toalha amarelada, uma única rosa solta no vaso, a maçaneta da porta nublada das mãos que a tocaram... Wabi sabi é inseparável dos ensinamentos do taoísmo e do zen-budismo:

Na natureza:
Todas as coisas são imperfeitas
Todas as coisas são incompletas
Todas as coisas são impermanentes
Aceitação do inevitável
Apreciação da ordem cósmica
A beleza pode estar escondida na feiúra
A grandeza existe nos detalhes despercebidos

A Arte da Imperfeição é focar no intrínseco, no irregular, no despretensioso, no turvo, no envelhecido, na simplicidade... Que tal abrir os olhos para o estilo wabi?
www.slideshare.net
Nide enviou esta Mensagem

CHARLES PLUMB PÁRA-QUEDAS

Charles Plumb, era piloto de um bombardeiro na guerra do Vietnã. Depois de muitas missões de combate, seu avião foi derrubado por um míssil. Plumb saltou de pára-quedas, foi capturado e passou seis anos numa prisão norte-vietnamita. Ao retornar aos Estados Unidos, passou a dar palestras relatando sua odisséia e o que aprendera na prisão. Certo dia, num restaurante, foi saudado por um homem:

“ Olá, você é Charles Plumb, era piloto no Vietnã e foi derrubado, não é mesmo?" “ Sim, como sabe?", perguntou Plumb. “ Era eu quem dobrava o seu pára-quedas. Parece que funcionou bem, não é verdade?" Plumb quase se afogou de surpresa e com muita gratidão respondeu: "Claro que funcionou, caso contrário eu não estaria aqui hoje."

Ao ficar sozinho naquela noite, Plumb não conseguia dormir, pensando e perguntando-se: “ Quantas vezes vi esse homem no porta-aviões e nunca lhe disse Bom Dia? Eu era um piloto arrogante e ele um simples marinheiro." Pensou também nas horas que o marinheiro passou humildemente no barco enrolando os fios de seda de vários pára-quedas, tendo em suas mãos a vida de alguém que não conhecia.

Agora, Plumb inicia suas palestras perguntando à sua platéia: "Quem dobrou teu pára-quedas hoje?". Todos temos alguém cujo trabalho é importante para que possamos seguir adiante. Precisamos de muitos pára-quedas durante o dia: um físico, um emocional, um mental e até um espiritual.

Às vezes, nos desafios que a vida nos apresenta diariamente, perdemos de vista o que é verdadeiramente importante e as pessoas que nos salvam no momento oportuno sem que lhes tenhamos pedido. Deixamos de saudar, de agradecer, de felicitar alguém, ou ainda simplesmente de dizer algo amável.

Hoje, esta semana, este ano, cada dia, procura dar-te conta de quem prepara teu pára-quedas, e agradece-lhe. Ainda que não tenhas nada de importante a dizer, envia esta mensagem a quem fez isto alguma vez. E manda-a também aos que não o fizeram.

As pessoas ao teu redor notarão esse gesto, e te retribuirão preparando teu pára-quedas com esse mesmo afeto. Todos precisamos uns dos outros, por isso, mostra-lhes tua gratidão.

Às vezes as coisas mais importantes da vida dependem apenas de ações simples. Só um telefonema, um sorriso, um agradecimento, um Gosto de Você, um Te Amo. Obrigado por todos os favores que sem merecer recebi de ti e nunca te agradeci.
COM CARINHO.

www.slideshare.net

PROATIVOS OU REATIVOS

Pessoas pró-ativas influenciam o meio, garantem harmonia, direcionam boas energias, iluminam tudo e a todos a seu redor. Nunca se sentem vítimas das circunstancias. Escolhem com sabedoria as coisas que podem influir para uma mudança significativa que atenda a muitos. Pessoas re-ativas são aquelas que pensam e atuam dentro de padrões de causa e efeito.

Quando um Proativo comete um erro, diz: “ Enganei-me “, e aprende a lição.
Quando um Reativo comete um erro, diz: “ A culpa não foi minha “

Um Proativo sabe que a adversidade é o melhor dos mestres.
Um Reativo sente-se vítima perante uma adversidade.

Um Proativo sabe que o resultado das coisas depende de si.
Um Reativo acha-se perseguido pelo azar.

Um Proativo trabalha muito e arranja sempre tempo para si próprio.
Um Reativo está sempre muito ocupado não tem tempo para os seus.

Um Proativo enfrenta os desafios um a um.
Um Reativo contorna os desafios e nem se atreve a enfrentá-los.

Um Proativo compromete-se, dá a sua palavra e cumpre.
Um Reativo faz promessas e quando falha só se sabe justificar.

Um Proativo diz: " Sou bom, mas vou ser melhor ainda ".
Um Reativo diz: " Não sou tão mau assim; há muitos piores que eu "

Um Proativo ouve, compreende e responde.
Um Reativo não espera que chegue a sua vez de falar.

Um Proativo respeita os que sabem mais e procura aprender algo com eles.
Um Reativo resiste a todos os que sabem, apenas se fixa nos seus defeitos.

Um Proativo sente-se responsável por algo mais que o seu trabalho.
Um Reativo não se compromete “ Faço o meu trabalho e é quanto basta” .

Um Proativo diz: “ Deve haver uma melhor forma de o fazer . . .
” Um Reativo diz: “ Sempre fizemos assim. Não há outra maneira. ”

Um Proativo é PARTE DA SOLUÇÃO.
Um Reativo é PARTE DO PROBLEMA .

Um Proativo consegue " ver a parede na sua totalidade ".
Um Reativo fixa-se " no azulejo que lhe cabe colocar ".

Um Proativo passa esta mensagem aos amigos...
Um Reativo a LÊ e a DESTRÓI…
Acredita que esse texto foi enviado apenas para ele!

www.tonterias.com

ANTONY HUETE BEBÊ DE DOIS MESES FALA

Um bebê de dois meses deixou seus pais espantados quando, depois de tomar leite, pronunciou as primeiras palavras em uma comunidade camponesa da Nicarágua, revelou a imprensa nesta quarta-feira.
 
"A primeira palavra que falou foi para mim; disse mamãe", relatou Isabel Mendoza ao El Nuevo Diario. "As palavras que disse foram mamãe, papai, 'pipe' (menino)", afirmou a mulher.
 
O pai, Antony Huete, contou que seu filho, que possui o mesmo nome dele, pediu-lhe uma vez "água, água".
 
A avó materna do menino, Rosa Álvarez, contou que no início não dava crédito a esta história, até que ouviu o bebê dizer "água". "Pediu água ao pai", relatou.
 
O caso insólito ocorreu na comunidade de El Palmar, no município costeiro de Tola, departamento de Rivas, perto da fronteira com a Costa Rica.
 
"Estou um pouco confusa, porque o pastor diz que é normal, mas eu digo que é um sinal do fim dos tempos", afirmou Enriqueta Mendoza, uma das vizinhas do casal.
 
"A Bíblia fala que nos últimos tempos veríamos coisas que jamais acreditaríamos", disse o pastor evangélico da aldeia, Saúl Gutiérrez.

IVAN STOILIKOVIC É CAPAZ DE TRANSPORTAR 25 kg DE METAIS PRESOS AO CORPO

 O croata Ivan Stoilikovic, de seis anos, que ganhou fama internacional por causa de seu talento extraordinário e capacidade de atrair objetos metálicos, é capaz de transportar até 25 quilos de metais presos ao seu corpo. Segundo os pais do "menino ímã", que mora em Heresin, perto de Koprivnica, cerca de 100 quilômetros da capital Zagreb, na Croácia, Ivan também teria poderes de cura. Ele passou por exames médicos, mas, até agora, os resultados são inconclusivos.
G1