domingo, 17 de outubro de 2010

MANIPULAÇÃO PSICOLÓGICA DE FETOS INTRA-UTERINOS

A mente, ou auto-consciencia, surgiu muito recentemente no mundo dos
sistemas biologicos, e como produção natural, ela se encontra na fase de
software que está modelando seu hardware, mas a configurãção como
sistema deverá seguir a mesma Matriz presente em todos os outros sistemas
naturais. Devido seu recém-surgimento, conclui-se que é algo muito novo
ainda, na verdade nao se sabe se já está na forma de bebê abrindo os olhos
e descobrindo o mundo agora, ou se ainda esta na forma fetal/embrionária,
dentro de seu ovo, o qual é a caixa craniana, mergulhada em sua placenta, a
qual é a massa cinzenta cerebral.

Algumas indicações estão sugerindo que ela ainda está no estagio fetal,
mesmo encerrada dentro de um ovo com casca tao grossa e dura, ela já
conhece um bocado do mundo externo. Sabemos que um feto sente a
presença da mãe e muitos detalhes relacionados a ela, por isso nao é dificil
entender que a mente sente a presenca do mundo externo e alguns de seus
detalhes. Mas ela ainda não tem nenhum sentido de percepção própria, então
ela sente o mundo percebido pelo cerebro com seus sentidos.

Existe uma novidade com o feto mental que nunca existiu antes com qualquer
outra espécie. Essa novidade também é inteligivel, considerando-se que a
mente vem com uma mutação ou transformação, que em muito aumenta a complexidade do seu sistema ancestral, o cerebro. Esta novidade refere-se ao
tipo de alimento do feto mental. Enquanto o feto do sistema atomico devia
alimentar-se de particulas, o feto do sistema biologico se alimentou de materia organica, o feto mental se alimenta de algo tao abstrato como é a sua essência
fisica: informação.

A informação tem a capacidade de penetrar através do cranio, mas com
certeza ela chega à mente através do complexo sensorial do corpo carnal que
a sustenta. E é assim que o feto mental, apesar de ainda estar prisioneiro na
cela escura que é a nossa cabeça, já conhece muito do mundo externo.

Ele está sendo bombardeado por informações que passam pela visão e chegam
na forma de palavra escrita, seja no papel, na tela do computador, etc.
Também está sendo bombardeado por imagens do mundo externo, e sem sair
do ovo esse feto já conhece o mundo. Nunca foi ao Japão, mas é capaz de
descrever muita coisa real que se passa neste momento numa rua qualquer de Tóquio.

Estas informações estão construindo a personalidade do feto. Mas esse feto já
tem alguns poderes sobre nós. Sabemos que apenas 16% das informações
que chegam ao cerebro são captadas pela mente, que a mente demora muito
em reagir a estímulos, que a maioria dos nossos atos são decididos a nivel de pensamento cerebral, que a nossa mente está em conflito com nosso cerebro
e nosso corpo, que quase não a consultamos, quase não a obedecemos e
portanto ela pouco atua sobre nossos atos e decisões. E’ um feto ainda, mas
mesmo assim ela atua.

Em muitos seres humanos ela está tão desenvolvida que não é apenas devido
ao pensamento-cerebro, a natureza da herañça masculina animal é controlada, mudada,por ação da auto-consciencia,que nao aprova que seu corpo faça isto.
E a cada dia que passa ela vai atuar mais, até que nas gerações vindouras ela
estará nascendo criança, e com um poder descomunal, vai dominar a espécie humana totalmente. Por isso é muito importante que tipo de informações estão chegando a este feto que está sendo construindo? Uma coisa é certa: a fonte emissora destas informações é o mundo externo. Mas por traz dele, haverá
alguém mais? O mundo externo tem algum propósito neste bombardeio de informações? De quem, ou do que, seria este propósito?

Os modelos da Teoria da Matriz sugerem que a biosfera terrestre foi construida
com bits-informações na forma de fotons, que eram uma especie de genes semi-vivos, que vieram do corpo de LUCA – the Last universal Common Ancestral.
E LUCA caiu do céu na Terra por causa de um desvio de personalidade:
o egoismo extremo, do qual, herdamos o gene egoista. A queda e a
fragmentação de LUCA e o estado de caos que se observa na biosfera nos leva
a suspeitar que LUCA não tenha muita força na direção de nossos destinos. E
tem muitas pistas arroladas pela Teoria da Matriz sugerindo que a mente ou
auto-consciência é uma nova forma de sistema natural que vem de algum
sistema acima de LUCA. Portanto, é discutivel até onde LUCA estaria como o manipulador invisivel do nosso mundo imediato externo. O mundo externo está
se infiltrando através da casca oval craniana e despejando informações sobre o
feto, construindo sua psicologia, condicionando-o, manipulando.

Lembro-me de uma cena do “Admiravel Mundo Novo” sobre um berçário onde
os bebês com fios ligados aos seus cerebros ouve de gravadores que ficam repetindo:Sou um Alfa, um servo feliz da classe aristocratica, aleluia!”

Ou do cientista russo Pavlov. Ele segurava um pedaço de bife numa mão,
ficava acenando-a para um cachorro enquanto com a outra mão batia uma
colher numa panela. O cachorro de longe começava a desgustar, a boca a
espumar e vinha imediatamente e comia a carne. Repetiu isto muitas vezes.
Dias depois ele batia a colher na panela, o cão podia estar a cem metros de
distância, ja começava a espumar e vinha correndo… porém não havia mais
carne na mão do cientista. Não importava: fosse na casa de quem fosse, se
o cachorro ouvisse aquele som, ja o ligava automaticamente á ideia da carne,
quando sabemos que bater colher em panela nada tem a ver com carne. Isto
se chamou “condicionamento mental” e foi então usado intensamente pelo
mundo afora, basta lembrar das propagandas da coca-cola.

Estará o mundo externo condicionando a personalidade de nossa mente?
Então já teriamos perdido para sempre a liberdade da mente? A carga
genética de LUCA, seu propósito de sistema fechado em si mesmo, com
sua correspondência no sistema social descrito no Admiravel Mundo Novo,
já nos pegou de forma irreversivel? Ou o simples fato de nosso feto mental
estar agora fazendo estas perguntas, significa que ainda é livre? Seja como
for, teremos que arranjar tempo, anotar ao menos os grupos de informações
que estão vindo em maior quantidade, analizá-los.

Nós somos o feto, a crianca, teremos que selecionar dentre nosso alimento – informações – quais as que devemos ingerir.  theuniversalmatrix.com